Após 20 horas, termina rebelião em presídio

Criada em 15/07/2013


AE

Após mais de 20 horas, foi encerrada na manhã desta segunda-feira, 15, a rebelião que deixou dois presos mortos e 68 visitantes, incluindo crianças e mulheres grávidas, reféns no presídio de Itirapina, no interior de São Paulo. Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária do Estado (SAP), a situação se normalizou por volta das 08h20. A Tropa de Choque entrou no presídio após o final das negociações para revistar os presos e levá-los de volta às suas celas.

O tumulto começou por volta das 11 horas da manhã de domingo, 14, depois que uma mulher, que visitava o marido, foi barrada durante a revista na portaria. O presidiário protestou e teve início uma confusão. Os presos não deixaram os visitantes saírem da penitenciária.

Um funcionário do presídio, que pediu anonimato, disse que o que houve foi um desentendimento entre os detentos. "Não é uma rebelião", afirmou, acrescentando que as celas não foram depredadas nem incendiadas. Com capacidade para 210 detentos, a Penitenciária de Itirapina hoje abriga 602.


Veja também

Dia Nacional de Combate ao Fumo

Apesar de concessões do governo, caminhoneiros mantêm paralisação pelo 8º dia

Inverno 2018 mais frio dos últimos 100 anos. Mito ou Verdade?

SEMANA DA MULHER: Professoras lideram o ranking das ocupações femininas