Putin cria comissão para combater financiamento ao terrorismo

Criada em 18/11/2015


 

MOSCOU (Reuters) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, criou nesta quarta-feira uma comissão para combater o financiamento ao terrorismo, afirmou o Kremlin, em mais um sinal de maior foco do líder da Rússia sobre o que afirma ser um combate aos militantes do Estado Islâmico.

Após os ataques em Paris que mataram 129 pessoas na sexta-feira, a segurança foi o tema central da cúpula do G20 no fim de semana, onde os líderes do grupo, em um raro afastamento de seu foco habitual, a economia mundial, concordaram em intensificar os controles nas fronteiras e a segurança da aviação, e reprimir financiamento ao terrorismo.

Em um decreto que entrou em vigor imediatamente, Putin ordenou que a Procuradoria-Geral, o banco central e as autoridades regionais apresentem à comissão qualquer informação que possam ter sobre atividades suspeitas.

Na terça-feira, o Kremlin disse que uma bomba derrubou o avião russo de passageiros que caiu na península do Sinai, no Egito, em outubro, matando todas as 224 pessoas a bordo. O Estado Islâmico afirma ter sido responsável pelo ataque.

(Reportagem de Lidia Kelly e Vladimir Soldatkin)

(Reuters)


Veja também

Cinco destinos internacionais que estão mais baratos neste mês

Números de brasileiros em intercâmbio na Irlanda cresce 50% nos últimos cinco anos

Planejando a mudança para os EUA: vistos, adaptação e renda

O MAIOR ATENTADO NO EGITO DEIXA 235 MORTOS