SP realiza testagem de HIV no pré-Carnaval

Criada em 07/02/2018


Equipes da Saúde ofertarão 300 testes rápidos e 14 mil preservativos no dia 8 de fevereiro, sexta que antecede o feriado; ação ocorre na estação Jabaquara, da 8h30 às 16h

A Secretaria de Estado da Saúde realiza nesta quinta-feira, 8 de fevereiro, das 8h30 às 16h00, uma ação de diagnóstico e prevenção de HIV/Aids, na estação Jabaquara, como parte das ações de prevenção do Carnaval.

Equipes do Centro de Referência e Treinamento DST/Aids-SP estarão na Plataforma A da EMTU, ofertando 300 testes rápidos de HIV por fluido oral, além da distribuição de 10 mil preservativos masculinos, 4 mil femininos e 8 mil sachês de gel lubrificante.

   O teste rápido é feito por meio da coleta de saliva (fluído oral) e fornece resultados em aproximadamente 30 minutos. É simples, gratuito e indolor. Além disso, é garantido sigilo ao paciente. Eventuais diagnósticos positivos serão direcionados para serviços de referência da rede pública de saúde para que possa dar início ao tratamento.

 “O acesso à testagem e o diagnóstico precoce contribuem para o tratamento em tempo adequado e para a qualidade de vida das pessoas com HIV/Aids. Além disso, a pessoa que tem o vírus e não sabe pode transmitir involuntariamente. É fundamental que todos com vida sexual ativa façam o teste”, explica o coordenador do Programa Estadual DST/Aids-SP, Artur Kalichman. “Apesar da queda da mortalidade entre pessoas que vivem com HIV/aids ao longo da epidemia, sete pessoas ainda morrem diariamente no estado por aids”, complementa.

   É importante ressaltar que a  testagem é gratuita e disponibilizada durante o ano todo pela rede pública de saúde. Informações sobre o local mais próximo de seu trabalho ou residência podem ser obtidas por meio do Disque DST/AIDS-SP: 0800 16 25 50.


Veja também

5 atividades para aproveitar o Dia das Crianças em São Paulo

Governo do Estado abre processo seletivo de estágio

SÃO PAULO GANHARÁ NOVO PARQUE ABERTO AO PÚBLICO E RIO ARTIFICIAL

Vitrines da Estação Trianon-Masp recebem representações de quadros da exposição "Histórias afro-atlânticas"